quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Palavras Sentidas


"(...) pergunto-me se poderemos realmente seguir em frente sem primeiro enfrentarmos os demónios do passado."

Um Amor na Cornualha
Liz Fenwick

terça-feira, 27 de setembro de 2016

Top Ten Tuesday | Leituras para o Outono


O Outono já chegou na semana passada e o tema desta semana é dedicado à lista de leituras para o Outono. Estou a ficar fã destas listas, embora esteja a ser difícil conseguir cumpri-las.

Como podem ver aqui, continuo sem obter bons resultados, apesar de ter conseguido ler metade dos livros da lista de Verão. Os empréstimos, por vezes, acabam por me atrapalhar os planos e há sempre aqueles momentos em que a vontade de ler não é muita. Espero que as leituras se desenrolem mais facilmente na estação do Outono.

Aqui fica então a lista de livros para ler no Outono, que inclui alguns livros novos e outros que já constavam da lista anterior.


1. Quero-te Morta (Peter James)

2. Os Aromas do Amor (Dorothy Koomson)

3.  Cartas por um Sonho (Ángeles Doñate)


4. Inverno de Sombras (L. C. Lavado) 

5. O Meu Nome é... (Alastair Campbell)


 6. Noite de Reis (Trisha Ashley)

7. A Nona Vida de Louis Drax (Liz Jensen)

8. Ameaça Global (Joel C. Rosenberg)


9. Na Pista de um Rapto (Harlan Coben)

10. Cinder (Marissa Meyer)

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Entrevista à Editora Virar a Página

No mês passado, dei-vos a conhecer uma nova editora que está a dar os primeiros passos no panorama literário português. Refiro-me à Editora Virar a Página, estão recordados?

Recentemente, tive oportunidade de entrevistar a Daniela Trindade, fundadora da editora Virar a Página, e é essa entrevista que hoje vos trago. Espero que seja do vosso agrado e que contribua para conhecerem melhor a editora e esclarecerem algumas dúvidas.

ENTREVISTA | Editora VIRAR A PÁGINA

Daniela, antes de mais, quero agradecer-lhe por se disponibilizar a participar nesta entrevista. Espero que seja esclarecedora para os leitores e autores que desejem dar a conhecer as suas histórias.

Denise (D): Tendo em conta a grande diversidade de editoras existentes em Portugal, como surgiu a ideia de criar esta nova editora?
Daniela Trindade (DT): Em Portugal há muitos problemas no que diz respeito à publicação dos autores portugueses… Temos editoras que fecham muito as portas a novas oportunidades, outras que dão grande realce a autores estrangeiros, outras que exigem um investimento muito alto e não dão nenhuma garantia ao autor de que vai conseguir atingir os seus objetivos, outras em que o autor é só mais um, por aí fora… Confrontados com toda esta perspetiva e conhecendo os ideais de muitos autores, a ideia de criar uma editora que pudesse contornar e mudar esse paradigma começou a ganhar relevância. Porque não tentar algo diferente e que faça sentido?

D: Qual o principal objetivo da editora Virar da Página?
DT: O principal objetivo da “Virar a Página” é dar a possibilidade de boas histórias nossas – portuguesas – serem publicadas para que possam ser lidas. Para isso é preciso ter os mecanismos certos…

D: O que é que a editora Virar a Página oferece de novo ao panorama português e como se distingue das demais editoras?
DT: Aquilo a que damos mais realce e que nos permite distinguir das demais com mais força, é o nosso sistema de crowdfunding, ou seja, um financiamento coletivo que permite aos leitores contribuírem para a publicação da obra recebendo contrapartidas e vantagens. Este é um aspeto bastante benéfico tanto para os autores como para os leitores pela aproximação e interação que possibilita entre os envolvidos. Temos outros aspetos como a possibilidade dos leitores poderem aceder a planos de ebooks mensais ou trimestrais, o formato que os nossos livros vão ter, entre outros pormenores que os leitores vão descobrindo ao longo do tempo e no momento certo... Temos muitos planos para “Virar a Página” (sorriso)

D: Em que consiste o trabalho da editora Virar a Página? Que tipo de serviços tem para oferecer ao autor?
DT: Nós temos a noção da importância do autor, não só por ser uma pessoa e como tal ter de ser valorizada, mas também porque é fundamental para o nosso trabalho. Isso é uma questão que muitas vezes passa ao lado, mas que precisa realmente de ser colmatada. É por essa razão que com “Virar a Página” todo o processo de publicação será devidamente acompanhado. Isto significa que, em primeiro lugar e se virmos que o livro pode ter potencial, vamos reunir com o autor para perceber o que o leva a querer publicar o livro e só depois disso é que lhe apresentamos uma proposta editorial. Essa proposta consiste num plano que dê ao autor algumas garantias quanto ao percurso da obra… Posto essa fase, sabemos a importância que devemos ter sobretudo enquanto “intermediários” com o mercado para que os objetivos do autor sejam concretizados.

D: E quanto ao leitor, qual será o seu papel em todo este processo?
DT: Sem dúvida que o leitor é importante… Não só porque para o livro ser lido, é preciso que alguém o leia, mas também pela sua contribuição que permite a evolução e sucesso do autor. Na fase do crowdfunding, vão poder interagir com a obra, sabendo um pouco mais e, a partir daí, decidirem se querem participar e ajudar o autor em questão. Vão fazer parte de todo o processo, dos primeiros passos! Em relação ao pós-crowdfunding, o leitor mantém obviamente um papel fundamental… Se o livro for publicado, mesmo que o leitor não tenha participado no crowdfunding, estará à disposição para ser lido em qualquer formato. Como disse, é preciso que alguém leia...

D: Que género de livros é que a editora se propõe a publicar?
DT: Nós procuramos essencialmente histórias – ficção ou não ficção. Podem ser romances, históricos, policiais, mistério, ficção científica, fantasia, práticos, infantis…

D: Quais as expectativas que a Virar a Página tem para o futuro?
DT: Queremos ser uma editora de referência para os autores e leitores portugueses por aquilo que somos, pela oportunidade, pela mudança…

D: Onde poderão ser adquiridos os livros da editora Virar a Página?
DT: Ainda é cedo para podermos dizer onde os livros podem ser adquiridos, mas existem diversos locais não só online, mas também físicos. Para cada livro publicado, será realizada a comunicação devida para que os leitores saibam onde podem adquirir e, para os objetivos de cada autor, será realizado um plano específico quanto aos locais de distribuição.

D: Antes de terminar, quer deixar alguma mensagem encorajadora aos autores que estejam a dar os primeiros passos no mundo da escrita ou aos leitores que queiram conhecer-vos melhor?
DT: Para o autor, em primeiro lugar, damos os parabéns! Concluir uma história não é fácil. Requer muita dedicação, paixão e entrega. “Virar a Página” tem as portas abertas para receber quem tiver interesse em publicar connosco e, se virem que pode ser uma boa possibilidade, porque não tentar? Para os leitores, espero que se identifiquem com esta forma interessante de se relacionarem com os livros e espero que disfrutem de bons momentos na companhia daqueles que vão ser os seus futuros amigos…

D: O que é que os autores têm de fazer para ser recebidos pela vossa editora?
DT: Assim que tiverem o manuscrito concluído, numa primeira fase têm de enviar uma carta de apresentação e um resumo do livro para manuscritos@virarapagina.com. Qualquer dúvida que tenham acerca da publicação, podem contactar-nos através desse email.

Mais uma vez, obrigada Daniela pela sua disponibilidade. Deixo aqui os meus votos de muito sucesso para a nova Editora Virar a Página.

domingo, 25 de setembro de 2016

Postais pelo Mundo | Portugal (1) e Alemanha (12)

Hoje tenho mais uma dupla de postais oficiais para vos mostrar e um deles com sabor especial.

Apesar de já ter recebido diversos postais do nosso país, este foi o primeiro oficial que recebi. Fiquei muito surpreendida quando o encontrei na caixa do correio.
É um postal das Caldas da Rainha e apresenta uma fotografia de uma rotunda com água, adornada com azulejos e rãs. Este é o primeiro ponto da Rota Bordaliana, um percurso cultural e artístico que conta com cerca de 20 figuras de cerâmica, construídas à escala humana. Esta rota é dedicada a Rafael Bordalo Pinheiro, passa por vários pontos turísticos e pretende dar a conhecer a história e o trabalho deste conhecido artista português.


O segundo postal veio da Alemanha e é um postal para verdadeiros amantes de gatos. Gostei imenso!


quinta-feira, 22 de setembro de 2016

"O Último Refúgio" de Patricia MacDonald [Opinião]


O Último Refúgio é já o terceiro livro de Patricia MacDonald que leio este ano. Comparando com todos os livros dela que já tive oportunidade de ler, penso que este foi um dos que me cativou menos.

A história dá-nos a conhecer Dena, que espera o seu primeiro filho de Brian, um namorado recente. Dena e Brian amavam-se mas, de um momento para o outro, Brian mudou bruscamente. Começou a beber e a maltratar Dena, levando a jovem mulher a fugir para se proteger.
Entretanto, uma amiga de Dena é encontrada assassinada e o medo aumenta.

Confesso que este livro não me prendeu tanto como outros da autora. Não senti o suspense muito presente e, em grande parte da história, a ação decorria lentamente, tornando a leitura aborrecida.

Nenhuma personagem se revelou particularmente interessante e as ações do chefe da polícia revoltaram-me por diversas vezes. Estas ações, mais tarde, foram justificadas, mas mesmo assim não consegui perdoar aqueles comportamentos e a forma como levaram as investigações.

O final acabou por me cativar um pouco mais, embora se mostrasse previsível. Gostava que a autora tivesse abordado de forma mais aprofundada os motivos do assassino e os tivesse relacionado com o prólogo.
O assassínio da amiga de Dena também ficou muito mal explicado, o que considero um erro grave por parte da autora. Gostava mesmo de ter compreendido como tudo aconteceu com esta personagem.

Em conclusão, apesar deste livro não ser um dos melhores da autora, continuo a acreditar que vale a pena explorar a sua vasta obra.

Classificação: 2/5 estrelas

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Palavras Sentidas


"A verdadeira amizade, do tipo mais puro, nasce do amor. Nunca morre, nunca perde o brilho. Continua mesmo para lá da morte."

Nunca me Esqueças
Lesley Pearse

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

"Uma Voz na Noite" de Sandra Brown [Opinião]


Sandra Brown é uma autora que me tem cativado desde o primeiro livro que tive oportunidade de ler. Já li vários, gostei mais de uns do que de outros, mas no geral as histórias são originais e empolgantes.

Uma Voz na Noite dá-nos a conhecer Paris Gibson, a locutora de um popular programa de rádio noturno, que se mudou para Austin para mitigar a dor de erros trágicos do seu passado.
Paris vê o seu programa como uma forma de fugir ao contacto real com o mundo exterior. No entanto, a sua vida pacata vai ser ameaçada por um ouvinte, um homem que se identifica apenas como «Valentino».

A escrita da autora é excelente para nos cativar, agarrando a nossa atenção desde o início. É uma escrita misteriosa e repleta de suspense, sem descrições monótonas e com a ação a decorrer a bom ritmo.
São apresentadas várias personagens, cada uma com as sua personalidade complexa. Paris ainda vive atormentada pelos erros do passado e por isso nota-se o sofrimento dela. Gosto imenso de personagens assim, são muito mais realistas.

O enredo está bem construído e os crimes são interessantes, acabando por surgir vários suspeitos, o que deixa o leitor a pensar em diversas teorias para o assassino. E a autora consegue surpreender-nos mesmo até ao fim; quando pensamos que desvendamos o mistério, lá surge mais uma reviravolta.

A par do mistério, temos ainda romance, ambos em doses muito bem distribuídas. Um romance complicado e com alguns problemas, que oferece ao leitor momentos mais animados no meio de toda a tensão que envolve os crimes.

No geral, gostei bastante desta leitura, que terminei rapidamente. Não foi o meu preferido da autora, mas continuo cativada e curiosa pelas outras obras que ainda não li.

Classificação: 4/5 estrelas

domingo, 18 de setembro de 2016

Postais pelo Mundo | França (3) e Holanda (5)

Hoje venho mostrar-vos dois postais oficiais que chegaram no início deste mês.

O primeiro veio de França e apresenta uma bela fotografia da Catedral de Notre-Dame, em Paris.


O segundo viajou da Holanda e contém dois gatinhos bem amorosos. Gostei muito!


sábado, 17 de setembro de 2016

Projeto Conjunto | Empréstimo Surpresa [Os motivos]


O projeto conjunto que partilho com a Silvana continua de vento em popa. Ela recebeu esta semana mais um dos meus livros. Aqui está ele:


Motivos da minha escolha:

Já tinha pensado enviar este livro à Silvana algumas vezes e até já tinha preparado o desafio para ele. Desta vez, precisava de um livro leve que não ocupasse muito espaço no envelope (isto porque ia passar nos correios antes de fazer uma viagem, e já ia um bocadinho carregada).
Assim, achei que este livro seria o ideal para transportar e também uma leitura interessante para a Silvana, que aprecia imenso o autor Daniel Sampaio.

Espero que gostes!

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Palavras Sentidas


"Há pessoas que aparecem na nossa vida e que acabamos por conhecer, e há pessoas que aparecem na nossa vida mas que já conhecemos."

Confesso
Colleen Hoover

terça-feira, 13 de setembro de 2016

Projeto Conjunto | Empréstimo Surpresa [Desafio]


Já terminei a leitura de mais um livro enviado pela Silvana: Dias de Ouro, da autora Jude Deveraux. A opinião já pode ser lida no blog e aqui está o desafio que ela criou para mim.

DESAFIO

Pega na palavra Edilean e constrói um acróstico com expressões e palavras que descrevam o que sentiste com a leitura.

A MINHA RESPOSTA

Esta leitura fez-me sentir:

Empolgada por a história se passar na Escócia
Divertida com o primeiro contacto dos protagonistas
Intrigada com o plano do tio da jovem
Levemente surpreendida com a fuga para a América
Enternecida com a força demonstrada pela protagonista feminina
Apaixonada pelo final que os protagonistas alcançaram
Nostálgica porque o livro me deixou com imensas saudades

Silvana, gostei imenso de responder a este desafio! Que venha o próximo livro!!

domingo, 11 de setembro de 2016

Postais pelo Mundo | Portugal

O postal de hoje volta a ser mais uma oferta de um membro do Postcrossing.


Por entre as cores do postal, que o tornam lindíssimo, podemos ver o Elevador da Bica, em Lisboa.
Foi muito agradável encontrar este postal na minha caixa de correio!

quinta-feira, 8 de setembro de 2016

"Dias de Ouro" de Jude Deveraux [Opinião]


Dias de Ouro é o segundo volume da série Edilean e retrocede a 1766 para nos contar como surgiu a cidade de Edilean, o local que protagoniza todos os acontecimentos desta série.

Já tinha gostado muito do primeiro livro mas penso que acabei por gostar ainda mais deste. Além de se passar noutra época, o livro combina personagens cativantes com personalidades fortes, momentos divertidos e um romance enternecedor. Jude Deveraux misturou todos estes ingredientes e ofereceu-nos uma história extremamente agradável e impossível de parar de ler.

O início da história decorre na Escócia, o que desde logo me agradou. Quando comecei a ler este livro, andava a ver a série Outlander, que também conta com muitos personagens escoceses, por isso não me foi nada difícil imaginar o Angus, com os seus hábitos, a forma de pensar, a sua responsabilidade para com o seu clã e até o maravilhoso sotaque escocês.

Edilean é uma jovem que pertence a uma classe social diferente da de Angus, contudo, apesar das diferenças que os separam, os sentimentos entre estes dois vão começar a crescer. O leitor sente isso, acompanha os altos e baixos e é impossível não torcer por estes dois.

Tanto Angus como Edilean passaram por muitas provações, e é através delas que vemos o amadurecimento de ambas as personagens, mas principalmente de Edilean. Ao início parecia apenas uma jovem rica e mimada, mas rapidamente dá provas da sua enorme força e conquista-nos com a sua ousadia.

Gostei imenso deste livro, que é perfeito para descontrair durante algumas horas. É divertido, doce, com peripécias engraçadas e com um romance capaz de deixar a suspirar qualquer coração romântico. Sem dúvida que vou querer ler os próximos volumes desta série!

Classificação: 4/5 estrelas

quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Palavras Sentidas


"- Então todos estes livros são seus?
- Sim... de certa forma, são.
- Não fica triste por os ver partir?
- Na verdade, não. Nunca conseguiria ler todos estes livros. Se outra pessoa os levar, ao menos os livros serão apreciados. Além disso, quando gostamos de um livro, queremos partilhá-lo com as outras pessoas.
- Então e os livros que ninguém quer?
- Há sempre uma pessoa para cada livro. E um livro para cada pessoa."

A Livraria dos Finais Felizes
Katarina Bivald

domingo, 4 de setembro de 2016

Postais pelo Mundo | Greetings from... Taiwan e Filipinas

Aqui estão mais dois postais adquiridos recentemente, pertencentes à coleção Greetings from...


Cliquem nas imagens para poderem ler mais atentamente as curiosidades acerca destes países.

O Taipei 101, situado em Taipei, Taiwan, é o sexto edifício mais alto do mundo, com 509 metros, e contém o elevador mais veloz do mundo.

Relativamente às Filipinas, destaque para o Monte Apo, a mais alta montanha do arquipélago filipino, com 2954 metros.

Espero conseguir mais postais em breve. Estou a gostar imenso de fazer esta coleção!