quarta-feira, 17 de outubro de 2018

Palavras Sentidas


"- Quando fores crescido, hás de querer ser feliz. Por enquanto não pensas nisso e é por isso mesmo que o és. Quando pensares, quando quiseres ser feliz, deixarás de sê-lo. (...) Quanto mais forte for o teu desejo de felicidade, mais infeliz serás. A felicidade não é coisa que se conquiste. Hão de dizer-te que sim. Não acredites. A felicidade é ou não é."

Claraboia
José Saramago

sexta-feira, 12 de outubro de 2018

Fórum Fantástico 2018

Começa hoje o Fórum Fantástico, um evento dedicado à Ficção Científica, Fantasia e Terror, que ocorre todos os anos na Biblioteca Municipal Orlando Ribeiro, em Telheiras, Lisboa.

É a primeira vez que vou estar presente neste evento e não será apenas como visitante. No sábado, às 18h, estarei na sessão de lançamento da Antologia da qual faço parte: O Resto é Paisagem, publicada pela Editorial Divergência.

Haverá imensas atividades para todos os gostos e públicos, que podem consultar no programa oficial, aqui.

Apareçam!


Cartaz da autoria de Luís Melo.

quinta-feira, 11 de outubro de 2018

Antologia | "Os Monstros que nos Habitam", de Vários Autores [Opinião]


Ler uma antologia é uma ótima forma de conhecer novos autores e ter uma ideia daquilo que eles nos podem oferecer.
A Editorial Divergência é uma editora especializada na ficção especulativa e que aposta em exclusivo em autores nacionais, procurando dar-lhes uma voz e uma oportunidade de mostrar o seu talento.

Os Monstros que nos Habitam é uma antologia paranormal que reúne contos de seis autores.
Deixo aqui a minha opinião de cada um dos contos:

"A Maldição de Odette Laurie" de Nuno Ferreira (3*)
Uma jovem é acusada de bruxaria e consegue fugir do vilarejo onde vive antes de ser condenada à morte. Cerca de 40 anos depois, regressa, aparentemente, para consumar a sua vingança.
Gostei da temática do conto que, em termos de estrutura, está dividido em pequenos capítulos. Não foi dos contos que mais me assustou e, por vezes, senti que a narrativa se arrastava um pouco com descrições que não faziam avançar a ação. Talvez tivesse resultado melhor se o conto fosse mais direto. Apesar de tudo, fiquei com vontade de conhecer outros trabalhos do autor Nuno Ferreira.

"Vento Parado" de Ângelo Teodoro (4*)
Um escritor decide mudar de casa após a morte da mulher, numa tentativa de conseguir lidar melhor com a perda. Contudo, na nova casa, coisas estranhas começam a acontecer.
Um dos contos de que mais gostei nesta antologia. É misterioso, dá bom uso ao suspense e com uma personagem pouco credível (está em processo de luto mas também se refugia muito na bebida). O final deixa o leitor a pensar no que poderá ter acontecido. Um excelente conto que li de um só fôlego e nem dei pela passagem das páginas. Quero ler mais trabalhos do autor!

"A Essência do Mal" de Alexandra Torres (4*)
Uma mulher foge do marido violento e é acolhida por um senhor idoso, numa velha mansão.
Achei a temática do conto muito interessante e a forma como a autora construiu um Mal, uma entidade que se alimenta de inveja e da ganância do ser humano. Gostava apenas de ter visto a história um pouquinho mais desenvolvida, principalmente na forma como Clara lida com o Mal. No geral, é um conto com uma escrita excelente, que se lê de um sopro e cujo final permite a justiça que a personagem merece.


"Génesis" de Patrícia Morais (2*)
Um cientista cria monstros inimagináveis e uma mulher tenta detê-lo.
Não sei muito bem o que pensar sobre este conto; gostei da premissa e do mundo futurista que a autora criou, mas não me senti totalmente cativada com o desenvolvimento da narrativa nem com o final. Este ficou demasiado aberto, como se houvesse uma continuação, ou como se este conto fosse uma espécie de prólogo. Não que isto seja mau, mas os contos devem ter princípio, meio e fim. Não me convenceu e creio que teria beneficiado de uma revisão mais cuidada.

"O Canto da Sereia" de Soraia Matos (4*)
Achei este conto muito especial e com uma escrita maravilhosa. Nunca tinha lido nada sobre sereias e senti-me cativada e curiosa desde o início, querendo saber mais sobre estas criaturas belas e perigosas. É um conto repleto de ação e descobertas, capaz de envolver o leitor. Vou, sem dúvida, ficar atenta a mais trabalhos desta autora.

"Páginas Assassinas" de Carina Rosa (4*)
Este foi um dos contos que mais me surpreendeu, talvez porque já conheço alguns trabalhos da autora e estou acostumada a histórias mais românticas. Assim, foi muito bom vê-la aventurar-se no paranormal com uma pitada de terror. Curiosamente, foi o único conto da antologia que conseguiu provocar-me calafrios e que fez despertar em mim sensações de medo. Uma história sobre escrita e como ela pode levar o autor à obsessão. Recomendado!

No geral, faço um balanço positivo desta leitura, que recomendo vivamente. Vale a pena conhecer novos autores e, principalmente, apoiar o que se produz em Portugal.

Classificação: 4/5 estrelas

quarta-feira, 10 de outubro de 2018

Palavras Sentidas


"O amor faz-nos isto. Faz-nos sentir infinitos e invencíveis, como se o mundo inteiro se abrisse, tudo é alcançável e cada dia será repleto de espanto. Talvez seja o movimento de nos abrirmos, deixar outra pessoa entrar - ou talvez seja o movimento de gostar tão profundamente de outra pessoa que expande o nosso coração."

O Que Fica Somos Nós
Jill Santopolo

sexta-feira, 5 de outubro de 2018

Projeto Conjunto | Empréstimo Surpresa [Desafio]


Terminei já há alguns dias a leitura d' O Escultor da Morte e aqui está o desafio que a Silvana me propôs.

DESAFIO:

A Jornalista

És uma jornalista de um jornal. És a responsável por cobrir e escrever as notícias ligadas à investigação criminal. Tens um fascínio pelo trabalho de Robert Hunter e não perdes um único caso que fique nas mãos dele. Desta vez tens um escultor muito peculiar para acompanhar. Hoje tens de escrever mais um notícia sobre o caso...

A MINHA RESPOSTA:

ESCULTOR ASSASSINO VOLTA A ATACAR

Nas últimas semanas, Los Angeles foi surpreendida por um criminoso muito peculiar. Este assassino, para além de torturar as suas vítimas, dedica-se ainda a cortar-lhes diversas partes do corpo, utilizando-as para a criação de hediondas esculturas de carne humana.
O assassínio do advogado Derek Nicholson parecia um ato isolado, até ao aparecimento, esta madrugada, de uma segunda vítima, o agente policial Andrew Nashorn.
Fontes policiais indicam que o assassino comunica através das grotescas esculturas, onde possivelmente estará a solução para estes casos. Robert Hunter, inspetor da Divisão de Assaltos e Homicídios, está a liderar a investigação.
Enquanto a polícia não apresenta quaisquer progressos na caça ao homem, a insegurança cresce entre a população. Quem será a próxima vítima? Estaremos seguros nas nossas casas?

Confesso que não estava muito inspirada para responder a este desafio e não sei se a notícia está muito correta e com todos os elementos que deve conter. Contudo, espero que gostes Silvana!

quinta-feira, 4 de outubro de 2018

Livro do Mês: Setembro

Mais um mês que chegou ao fim e com ele vem o habitual balanço de leituras.

Aqui estão os livros que me acompanharam ao longo do mês de setembro:


Não foi um mês de muitas leituras. Aliás, setembro foi o mês em que menos li, desde o início do ano. Andei mais ocupada e, quando chegava à cama, estava sempre cheia de sono e sem vontade nenhuma de ler, daí as leituras terem-se prolongado infinitamente. Espero que o próximo mês seja mais produtivo, até porque já estou a sentir novamente o bichinho da leitura a atacar-me!

Este mês destaco o livro que mais me surpreendeu e empolgou. Leitura absolutamente recomendada!

LIVRO DO MÊS


quarta-feira, 3 de outubro de 2018

Palavras Sentidas


"Não vale a pena escrever o que as outras pessoas querem. A única forma de escrever uma coisa que seja boa é tentando agradar a ti mesma."

Quando Hitler Roubou o Coelho Cor-de-Rosa
Judith Kerr

terça-feira, 2 de outubro de 2018

Momentos WOOK

Os Momentos WOOK estão de volta durante o dia de hoje!

Aproveitem a oportunidade para adquirir aquele livro que tanto querem.

São todos os livros com 20% de desconto imediato + portes grátis.

Cliquem na imagem e escolham os vossos livros.

segunda-feira, 1 de outubro de 2018

sábado, 29 de setembro de 2018

Aquisições: Setembro

Mais um mês que passou a voar e que se despede de nós.
Venham ver os livros que chegaram cá a casa durante o mês de setembro.

- No início do mês, recebi este livro que tinha comprado nos últimos dias de agosto. É uma antologia de contos da Editorial Divergência. Já o li e publicarei a opinião nos próximos dias.

COMPRA


- Recebi duas ofertas da Suma de Letras. Agradeço imenso e tentarei lê-los em breve e partilhar a respetiva opinião. Confesso que ultimamente não tenho lido muito e tenho as leituras das editoras com algum atraso.

OFERTA EDITORA


- Por fim, estava super entusiasmada com a minha primeira visita de sempre à Feira do Livro do Porto, o que aconteceu este ano. Surpreendentemente, não me desgracei nas compras, trouxe comigo apenas dois livros. O ambiente da Feira é muito agradável e ainda deu tempo para passear nos Jardins do Palácio de Cristal. Uma tarde bem passada, a respirar natureza... e livros!

FEIRA DO LIVRO


E que tal foi o vosso mês de setembro a nível de aquisições literárias?

quinta-feira, 27 de setembro de 2018

"O Escultor da Morte" de Chris Carter [Opinião]


Este é o primeiro livro que leio de Chris Carter, autor que estava desejosa de experimentar devido aos imensos comentários positivos que tenho lido.

Imaginem um assassino que não só tortura as suas vítimas como também as corta aos pedaços e ainda constrói esculturas com as partes do corpo decepadas. Este é o assassino que encontrarão em O Escultor da Morte.

Logo desde o início, fiquei presa com o sentido de humor macabro do assassino. A escrita do autor e os capítulos bem curtos convidam a uma leitura voraz embora, na minha opinião, possam ser necessárias algumas pausas para digerir o conteúdo do livro.

Não costumo impressionar-me muito com os detalhes dos livros (embora tudo dependa da forma como está escrito), mas este livro deixou-me mal disposta por diversas vezes.
As breves aparições do assassino são brutais e apresentam descrições cruas e bem gráficas. As descrições dos resultados das autópsias são simplesmente dolorosas de ler e, por vezes, dei comigo a tentar imaginar o sofrimento da vítima. Concluí que não era sequer possível tendo em conta as atrocidades que foram cometidas


O foco principal deste livro consiste em tentar perceber o que vai na mente do assassino, quais as suas motivações para cometer crimes tão hediondos. É óbvio que perto do final estamos desejosos de conhecer a identidade dessa pessoa, mas o mais importante é compreender as suas razões.

É difícil descobrir a identidade do assassino até porque não nos são dadas muitas pistas. Os próprios detetives têm dificuldades na sua investigação e só as revelações dos últimos capítulos tornam possível completar o puzzle.

O Escultor da Morte encontra-se extremamente bem estruturado e organizado, mostrando-nos como deveria ocorrer uma investigação na realidade. Combina muito bem a parte pessoal e profissional das personagens, permitindo-nos conhecê-las aos poucos e mantendo sempre alguma curiosidade, dado que nem tudo acerca delas é revelado.
Este livro demonstra igualmente a grande capacidade criativa do autor, conjugada com a sua experiência em psicologia criminal.

Um livro e uma série imperdível para os fãs de thrillers negros e viscerais.

Classificação: 5/5 estrelas

quarta-feira, 26 de setembro de 2018

Palavras Sentidas


"Todos os pais têm tendência para pensar que são donos dos filhos, mas não é verdade, só os temos por empréstimo. E quando se tornam adultos, têm de fazer o seu próprio caminho."

És o Meu Destino
Lesley Pearse

domingo, 23 de setembro de 2018

Página de Facebook

Caros leitores,

Agora já podem seguir a minha página de autor no Facebook.

Acompanhem todas as novidades acerca da Antologia, datas de lançamento, pré-venda, fotografias, passatempos, opiniões de leitores, e muito mais.

Fico à vossa espera!

quarta-feira, 19 de setembro de 2018

Palavras Sentidas


"Uma pessoa consegue perdoar a si própria muita coisa na vida; mas, por razões que não fazem grande sentido, tem grande dificuldade em perdoar a si própria o facto de ter sobrevivido quando outros morreram."

Sinto a Tua Falta
Harlan Coben

terça-feira, 18 de setembro de 2018

"Uma História Negra" de Antonella Lattanzi [Divulgação]

Título Original: Una storia nera
Autores: Antonella Lattanzi
Edição: 2018
Editora: Suma de Letras
Páginas:234
PVP: 16,90€

UM ROMANCE OBSCURO, QUE NOS INCITA A PENSAR SOBRE A AMBIGUIDADE E A VIOLÊNCIA DO AMOR

«Um ritmo vertiginoso, marcado por acção e diálogos de primeira.»
La Republica

«Um romance tão convincente quanto um incrível thriller
Vanity Fair

«Cada vez que lerem sobre uma bofetada ou um murro dado a uma mulher, as palavras de Antonella Lattanzi voltarão à vossa cabeça. Uma história negra impossível de esquecer.»
Roberto Saviano

Sinopse:

Carla e Vito casaram-se muito novos. Eram a grande paixão um do outro. Amavam-se muito, mas o amor de Vito era obsessivo e violento. Um sorriso no rosto de Carla ou um vestido mais curto eram o suficiente para o fazer perder a cabeça e levantar-lhe a mão.

Assim que os filhos mais velhos, Nicola e Rosa, saem de casa, Carla consegue divorciar-se e muda-se com Mara, a filha mais nova, para um bairro operário nos subúrbios. No entanto, Vito continua a atormentá-la, a persegui-la e a ameaçá-la.

No terceiro aniversário de Mara, cedendo à insistência da filha, Carla convida Vito para o jantar. Como não acontecia há muito tempo, a família está reunida e a noite corre surpreendentemente bem. Depois... Vito desaparece.

Sobre a autora:

ANTONELLA LATTANZI nasceu em Bari, em 1979, e vive em Roma.

Publicou dois romances antes de Uma História Negra e uma das suas histórias foi publicada numa antologia dos melhores novos autores italianos. Para além de colaborar com diversos meios de comunicação, também escreve para cinema e televisão.

Uma História Negra será publicado em mais de dez países e levado ao grande ecrã.