terça-feira, 10 de abril de 2018

"Antes que Seja Tarde" de Margarida Rebelo Pinto [Opinião]


Este livro foi-me oferecido pela editora Clube do Autor, a quem devo agradecer. Confesso que, no entanto, foi uma surpresa agridoce: por um lado, é sempre fantástico receber um livro, por outro lado, a Margarida Rebelo Pinto não é propriamente uma escritora que me faça dar saltinhos de contentamento.

O único livro desta autora que me cativou foi o infantil A Rapariga que Perdeu o Coração, uma história ternurenta e encantadora. Cheguei a ler um dos outros seus romances, mas não fiquei fã e nunca mais voltei a ler nada da autora. Embora não estivesse muito entusiasmada com esta leitura, achei que devia dar-lhe uma oportunidade e assim poder escrever uma opiniao sincera.

Honestamente, não gostei deste livro, não houve nenhum aspeto que me tivesse agradado e achei a leitura enfadonha na maior parte do tempo. Foi um sacríficio chegar ao fim do livro e só o fiz porque acredito que devemos sempre dar uma oportunidade aos livros e não desistir ao fim de meia dúzia de páginas.


A autora explora as relações, o amor e o sofrimento dentro de casamentos que não resultaram. Aborda o tema das relações extraconjugais, das respetivas dificuldades e da efemeridade dos relacionamentos. Embora atravesse três gerações das mulheres, parece-me que este tema continua atual.

Contudo, a forma como a autora explorou a história deixou muito a desejar. O que me pareceu é que as personagens se limitavam a contar a sua história, como se estivessem a falar para alguém. Isto confundiu-me porque por vezes parecia-me que estavam a falar para o leitor e outras vezes falavam para os seus próprios amantes. É um livro onde praticamente não existe ação e pouca coisa acontece, para além de as personagens se queixarem e choramingarem por causa das relações com os seus amantes.

Confesso que este livro me exasperou, não encontrei nele nada de útil, nada de desafiante, nada que pudesse permanecer na minha memória. Nem sequer senti qualquer afinidade com as personagens. Além disso, não gosto dos clichés e das frases feitas que esta autora inclui nos seus romances.

A capa é bonita, mas muito mais adequada para um romance de época. Por outro lado, também não compreendi o título. Antes que Seja Tarde para quê? Para viver um grande amor? Para largar o amante e ganhar dignidade? Ou é só porque fica bonito e para ver se vende mais?

No geral, foi uma leitura desagradável, que não melhorou em nenhum momento e que eliminou definitivamente a pouca curiosidade que eu já tinha pelos outros livros desta autora.
Classificação: 1/5 estrelas

Sem comentários:

Enviar um comentário