sábado, 22 de fevereiro de 2014

"Perto de ti" de Anita Notaro [Opinião]

No ano passado, tive oportunidade de contactar pela primeira vez com uma obra de Anita Notaro - Há Sempre um Amanhã - obra esta que, apesar de ter uma premissa interessante, acabou por não me convencer totalmente.

Por sua vez, Perto de ti recebera algumas opiniões menos entusiasmantes, o que me deixou um pouco de pé atrás. Porém, aproveitei o facto de o livro me ter sido emprestado e atirei-me a ele.

Nesta história, conhecemos Louisa, uma psicóloga que está farta da sua vida exigente e que, um certo dia, decide levar a cabo uma mudança radical, trocando o apartamento por uma casa móvel, o carro por uma moto, e as roupas elegantes por outras informais. Tudo isto para iniciar uma vida mais despreocupada. Ao mesmo tempo, lança-se num novo trabalho como psicóloga de cães. E assim, sempre com o apoio das suas melhores amigas - Maddy e Clodagh - embarca nesta nova aventura.

A primeira metade do livro é relativamente calma e com imensas peripécias divertidas, sempre escrito no estilo simples da autora. Há uma grande variedade de personagens - os clientes de Louisa - bem como imensos cães que alegram este livro.
De todas as personagens, foi a Maddy aquela de quem mais gostei, pelo seu espírito vivo e por ser tão divertida e otimista.
Adorei igualmente a forma como Louisa lidava com os problemas caninos, que estavam normalmente associados aos problemas dos seus próprios donos.

A parte final do livro mostrou-se extremamente comovente, bem mais do que estava à espera, o que me surpreendeu imenso. Gostava que a história tivesse levado outro rumo, digamos que menos dramático, mas apesar disso aceitei os acontecimentos e confesso que me fartei de choramingar!

Em relação a Louisa, apesar da sua mudança de vida, acabou por ser arrastada para os problemas pessoais dos donos dos cães. Todos estes problemas diziam respeito a relações familiares entre pais e filhos, o que curiosamente também era o caso de Louisa, que não tinha uma relação muito boa com a própria mãe.

Como forma de conclusão, considerei este livro melhor que o anterior que li da autora, e penso que vale a pena ser lido pela relação de amizade entre Louisa e as amigas, por todas as histórias familiares abordadas e, claro, pela presença dos animais!

Classificação: 4/5 estrelas

Sem comentários:

Enviar um comentário