segunda-feira, 22 de setembro de 2014

"O Último Fôlego" de George D. Shuman [Opinião]

Este ano já tive oportunidade de ler 18 Segundos, o romance de estreia de George D. Shuman. Após algumas leituras mais variadas, decidi voltar ao autor e ler o seu segundo romance.

Neste livro, continuamos a acompanhar Sherry Moore, bela e cega, e com uma característica muito peculiar: ao tocar num corpo sem vida, ela consegue ver o que ficou registado nos últimos dezoito segundos da memória dessa pessoa. Desta vez, a polícia vai recorrer à sua ajuda quando são descobertos corpos de mulheres brutalmente assassinadas e nada no cenário as liga àqueles que haviam sido apontados como suspeitos do seu desaparecimento. Não só o serial killer ainda anda à solta, como vai, à medida que o tempo corre, demonstrar um interesse especial por Sherry, tornando-a também num alvo.

Este romance policial mostrou-se mais custoso de ler do que o anterior, o qual já teve demasiados momentos parados, tal como referi na opinião. A escrita do autor não é apelativa e, na maior parte das vezes, ele opta por descrever como tudo aconteceu, em vez de colocar os acontecimentos a decorrerem à frente dos nossos olhos.

Não tive vontade de ler compulsivamente e acabava por ter de me incentivar a ler só mais um capítulo, na esperança de terminar o livro rapidamente (penso que já cheguei a referir que não gosto de desistir de livros, a menos que sejam absolutamente horríveis). O livro acabou por melhorar no fim, no momento da captura do assassino.

Sherry é uma das minhas personagens preferidas e, neste romance, acabou por ter um papel com mais destaque, o que me agradou imenso.

Outro aspeto positivo neste livro é o assassino: tudo nele é interessante, nomeadamente a explicação de como e por que é que ele começou a cometer ester crimes; o seu modus operandi, bem como a sua destreza para se camuflar, passando por um indivíduo normal, sem suspeitas, e atraindo assim as suas vítimas.

Em conclusão, nem tudo neste livro foi mau, porém a leitura foi maçadora, exigindo mais tempo que o necessário para ler um livro com pouco mais de duzentas páginas, como é o caso deste. Infelizmente, perdi o interesse em continuar a acompanhar este autor e certamente não voltarei a ler mais nenhum dos seus livros.

Classificação: 2/5 estrelas

4 comentários:

  1. Ai que triste hehehe Quando comecei a ler a resenha achei que o livro seria ótimo, pena que a leitura é maçante. Obrigada pela resenha!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A ideia do livro é boa e a personagem Sherry dá-lhe um toque especial, mas o outor não conseguiu desenvolver bem a ideia e tornar o livro cativante, na minha opinião.
      Obrigada pelo teu comentário.

      Boas leituras!

      Eliminar
  2. oh que pena, comecei a ler e achei que ia ser incrível! :(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Angie, não deixes de ler só porque a minha opinião não é tão boa... até podes gostar, nunca se sabe.
      Depois partilha comigo o que achaste!

      Boas leituras!

      Eliminar