segunda-feira, 8 de abril de 2013

"Noites de Sexta-Feira" de Joanna Trollope [Opinião]

Adquiri este livro através de uma troca e confesso que foi a sinopse que me fez ter algumas expectativas em relação a ele.

No livro, conhecemos seis mulheres, de idades e vivências diferentes, que desenvolveram uma amizade improvável e se reúnem às sextas-feiras à noite. Nesses encontros semanais, elas podem libertar-se dos problemas do dia-a-dia e partilhar os seus segredos, receios, alegrias e tristezas.
Até que um dia, a chegada de um homem ao grupo vai pôr à prova esta amizade...

A capa e a sinopse deste livro atraíram-me e fizeram-me esperar uma história repleta de peripécias e segredos femininos, mas não podia ter-me enganado mais.
As diferentes personagens são-nos apresentadas aos poucos, logo nos primeiros capítulos, e as suas vidas passadas são abordadas muito resumidamente, para que o leitor possa ter uma ideia do momento atual em que a história decorre.
Depois disto, aparece em cena o novo namorado de Paula, Jackson, e os capítulos seguintes são um desenrolar de rivalidades, ciúmes e desconfianças entre as mulheres. Basicamente, a história não passa disto.

Nenhuma das personagens pode ser considerada a principal, nenhuma se destaca de alguma forma e não senti simpatia por nenhuma delas, embora tenha gostado da história da mais nova, a Jules.

Jackson surge sem que se perceba muito bem quem ele é e o que está ali a fazer. Após ser apresentado ao grupo, ele vai começar a aproximar-se de todas as mulheres, com o intuito de conhecer melhor as amigas da namorada. No entanto, acaba por desestabilizar as vidas das amigas e provocar a desconfiança entre elas.

Sinceramente, o livro não me agradou, por várias razões: primeira, não senti em momento algum que houvesse uma amizade verdadeira entre as mulheres; segunda, não existe qualquer ação ou peripécias mais interessantes que envolvam o leitor; e terceira, os livros com uma grande variedade de personagens, por si só, atraem-me menos e, sendo assim, acho importante que o autor tenha um cuidado adicional em encadear e desenvolver muito bem todas as histórias, de forma a que o livro não resulte numa junção de personagens desinteressantes e com vidas ocas de sentido.

"Noites de Sexta-Feira" foi, portanto, uma leitura que desiludiu, mas não pretendo desencorajar ninguém a ler o livro. Não esperem uma história muito emocionante, porque não o é, mas podem sempre optar por intercalar este livro bem soft com outras leituras mais exigentes.

Classificação: 2/5 estrelas

Sem comentários:

Enviar um comentário