sábado, 7 de março de 2015

"Maze Runner: Provas de Fogo" de James Dashner [Opinião]

O Labirinto foi apenas o início. Após o final de Maze Runner: Correr ou Morrer, fiquei extremamente empolgada por ler a sequela.

Neste segundo volume da série, os Clareirenses terão de enfrentar um novo desafio. Desta vez, precisam de atravessar a Terra Queimada, uma região desértica e ameaçadora, onde os Crankos, pessoas infetadas por uma misteriosa doença chamada Fulgor, vagueiam em busca da próxima vítima. Será que Thomas e os seus amigos vão ser capazes de ultrapassar mais esta prova?

O enredo continua empolgante e misterioso e, tal como no primeiro volume, os capítulos são pequenos, o que nos proporciona uma leitura frenética. A ação e a tensão são constantes.

Finalmente longe do Labirinto, os Clareirenses continuam a enfrentar o perigo. A Terra Queimada apresenta-nos um cenário devastado, apocalíptico, com tempestades violentas e pessoas infetadas com a doença Fulgor e que lutam pela sobrevivência.

Surgem novas personagens que trazem ainda mais emoção à história. Além dos perigos, presentes a cada esquina, os jovens vão precisar de ter imenso cuidado pois não sabem em quem confiar.

Neste livro, fiquei bastante mais confusa com alguns acontecimentos e atitudes (nomeadamente da Teresa), muita coisa ficou por explicar e o final deixa ainda mais pontas abertas. Por esta razão, estou mesmo curiosa por saber como é que o autor vai explicar tudo o que falta no último volume.

A história está igualmente enriquecida na parte da ficção científica, o que me agradou imenso. No geral, gostei bastante e considero que esta distopia é uma das mais interessantes que tenho lido. Vou aguardar ansiosamente a oportunidade de ler o terceiro e último volume da série!

Classificação: 4/5 estrelas

Sem comentários:

Enviar um comentário