segunda-feira, 20 de julho de 2015

"A Luz de um Novo Dia" de Torey Hayden [Opinião]

Este já é o sexto livro que leio de Torey Hayden, uma das minhas autoras preferidas e que me fascina a cada livro que leio pelo seu excelente trabalho com crianças problemáticas.

Neste livro, Torey relata-nos mais um ano escolar, que certamente será um dos mais desafiantes da sua carreira. Da turma de educação especial que lhe foi atribuída, fazem parte quatro meninos: Billy, um rapaz que transborda agressividade, Shane e Zane, dois gémeos afetados pela síndrome alcoólica fetal, e Jesse, um menino que sofre de síndrome de Tourette.
Por fim, existe ainda Venus Fox, uma menina de sete anos que parece estar alheia a tudo. Não fala nem reage a qualquer estímulo e permanece num estado catatónico a maior parte do tempo. As suas únicas reações são de agressividade quando sente o seu espaço ameaçado podendo, nesses momentos, tornar-se um perigo para si própria e para os que a rodeiam.

Com estas crinças, Torey terá realmente um ano desafiante. No início, é bastante complicado pois os quatro rapazes provocam o caos completo e é muito exaustivo para Torey controlá-los. Terá de fazer muitas tentativas até conseguir desenvolver uma rotina com eles e, nos momentos livres, tenta de tudo para fazer Venus reagir.

Estas crianças tocaram-me de forma especial porque desde logo senti interesse pelas suas problemáticas. Gosto da forma como a autora introduz estes problemas para ficarmos a compreender do que se tratam, sem nunca se tornar maçadora. Penso que os livros da Torey não têm nada de maçador e leem-se muito bem, apesar dos acontecimentos chocantes que eventualmente possamos encontrar.

Fui lendo, fascinada com os progressos, por vezes muito lentos, que a autora ia fazendo com os meninos e senti-me sensibilizada por ver que, apesar de toda aquela agressividade, eles conseguiam ser amorosos, generosos uns com os outros e fazer amizades.

Venus acabou por ter um maior destaque devido ao seu problema. Vinha de uma família extremamente desestruturada e confesso que me arrepiei nos momentos em que Torey visitava a pobre caravana onde ela morada com a mãe, o padrasto e alguns irmãos. Contudo, e apesar de saber que muitas destas crianças sofrem abusos, nunca se está preparado para descobrir a verdade. E a verdade por detrás do comportamento de Venus é demasiado chocante.

Se, por um lado, adoro ler a autora e sinto-me inspirada pelas suas práticas e com vontade de aprofundar mais estes temas, por outro lado, estas leituras costumam deixar-me muito abalada. São histórias verídicas e, por essa razão, tornam-se mais impressionantes.
Apesar de tudo, as obras de Torey Hayden são extremamente ricas  e recomendo a sua leitura nomeadamente a profissionais que trabalhem com crianças.

Classificação: 5/5 estrelas

Sem comentários:

Enviar um comentário