sábado, 22 de agosto de 2015

"Apenas um Olhar" de Harlan Coben [Opinião]

Harlan Coben é um autor que dispensa apresentações. Se acompanham regularmente o meu blogue, sabem que é um dos meus escritores preferidos de thrillers.

Tinha este livro cá por casa desde que o comprei, o ano passado, numa promoção. Como precisava de uma leitura que me prendesse e, ao mesmo tempo, queria ler mais um livro da minha estante, resolvi dedicar-me a este. E devorei-o em pouco mais de duas tardes.

A história deste livro inicia-se quando Grace tira uma série de fotografias durante umas férias e, quando as manda revelar, encontra lá no meio uma fotografia diferente, com as cores esbatidas pelo tempo, onde figuram cinco pessoas. Uma delas, uma mulher, tem o rosto marcado por dois traços em cruz. Um dos homens é muito parecido com o marido de Grace, como ele poderia ter sido vinte anos atrás. Porém, quando Grace o confronta com a fotografia, John nega ser ele. Mais tarde, John sai na sua carrinha, levando consigo a estranho fotografia, e não regressa a casa.

É neste momento que o mundo seguro de Grace se desmorona como um baralho de cartas. Em busca do marido, Grace terá de enfrentar as trágicas recordações do passado, enquanto lida com ameaças reais e tenta proteger os filhos.

Esta é mais uma história em que os acontecimentos do passado voltam para assombrar o presente. Passe o tempo que passar, os erros e as mentiras do passado acabam sempre por vir à tona, trazendo muitas vezes consigo novos acontecimentos catastróficos.

Apenas um Olhar apresenta um enredo complexo, com boas doses de perigo, adrenalina e um assassino cuja técnica é arrepiante. Vemos a força e determinação de Grace, que faz tudo para proteger os seus filhos e encontrar o marido. E encontramos também um pai que, passados tantos anos, continua sem conseguir superar a morte do único filho e ainda age por vingança.

Os thrillers de Harlan Coben são muito dinâmicos, a ação é constante e as reviravoltas acontecem ao virar de cada página. Tal como está descrito na sinopse do livro, este é "um thriller intenso, de alta complexidade e que gera um suspense quase doloroso, sem deixar de desafiar a curiosidade do leitor" e, francamente, não encontro melhor descrição para ele.

Sem qualquer dúvida, recomendo a leitura deste thriller aos apreciadores do género. Harlan Coben é um autor a não perder!

Classificação: 4/5 estrelas

Sem comentários:

Enviar um comentário