quinta-feira, 1 de setembro de 2016

"As Raparigas Esquecidas" de Sara Blaedel [Opinião]


Este ano tenho apostado bastante nos thrillers, dado que são um género literário que adoro mas que, por vezes, acabo por lhe dar pouca atenção.

As Raparigas Esquecidas é um thriller nórdico, da autora dinamarquesa Sara Blaedel. Ainda não tenho muita experiência com a literatura nórdica, mas sei que tem vindo a conquistar muitos leitores portugueses.

Este livro inicia-se com um crime pouco complexo, que começa a ser investigado por Louise Rick e pelo seu parceiro Eik. À medida que novas informações vão surgindo, Louise e Rick entram no mundo de Eliselund, uma antiga instituição para doentes mentais. Tudo se torna mais complexo quando Louise começa a descobrir segredos terríveis relacionados com esta instituição, enquanto novos crimes são cometidos no mesmo local onde aconteceu o primeiro.

A história tem mistério suficiente para manter o leitor cativado e, em certas partes, é mesmo de leitura compulsiva. Achei muito interessante a forma como a autora abordou os tratamentos que eram dados antigamente às crianças com atrasos mentais e senti uma certa repulsa ao ver como estas crianças eram facilmente "esquecidas", ao serem internadas. Os pais eram levados a esquecer os próprios filhos e era-lhes pedido que se afastassem das vidas deles. A temática não deixa de ser interessante, mas também é perturbadora.

Em relação às personagens, gostei imenso da dupla Louise e Rick e das suas personalidades sombrias. Tendo em conta que este livro é o 1º de uma trilogia, mas o 7º de uma série, senti que faltava muita informação relativa às personagens, o que me deixava ainda mais curiosa. Espero que sejam publicados mais livros da autora, pois fiquei com vontade de os ler e de conhecer um pouco melhor estas personagens.

Se gostam de thrillers e de literatura nórdica, ficam aqui com mais uma boa sugestão de leitura. Espero que gostem!

Classificação: 3/5 estrelas

Sem comentários:

Enviar um comentário