quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

"Duas Vidas" de Jessica Thompson [Opinião]

"Duas Vidas" traz na capa uma recomendação do The Bookseller, indicando que o livro é «tão romântico e comovente como "Um Dia"», o que não me convenceu de todo, dado que não gostei assim tanto do "Um Dia".

Esta é a história de Sienna e Nick, que se cruzam um certo dia num comboio, em Londres. O que poderia ter sido amor à primeira vista acabou por não ser, pois Sienna resistiu com todas as suas forças à intensidade do olhar de Nick. Pouco depois viram-se separados pela multidão e a probabilidade de se voltarem a encontrar era praticamente nula. Porém, Nick e Sienna voltam mesmo a encontrar-se, mas esta não é uma típica história de amor.

Este livro começou por me desiludir pela escrita da autora, demasiado simplista e incapaz de me cativar de imediato. Por um lado, isto acontece-me frequentemente quando ainda não me libertei da escrita do livro anterior, portanto o que faço é começar a ler o novo livro devagar e dar algum tempo para interiorizar o estilo de escrita do autor. No caso deste livro, apesar de ter acabado por me habituar à escrita, esta não me surpreendeu em momento algum e mesmo agora não a acho nada de especial.

No que diz respeito às personagens, gostei imenso da Sienna e da sua relação com o pai, que sofre de uma doença que exige muitos cuidados. Adorei ver como Sienna era tão dedicada ao pai e esta foi, certamente, a melhor parte do livro.
O Nick é uma daquelas personagens que dá vontade de arrancar do livro e atirar para um poço sem fundo. Credo, que indivíduo mais imaturo! À medida que ia lendo as partes do Nick, ficava em dúvida se não estaria a ler os pensamentos e as ações de um adolescente de 14 anos, quando ele na realidade tinha 27 anos, no início do livro, e 32, mais perto do fim.

Podia facilmente ter desistido do livro após as primeiras 50 páginas, mas não o fiz por duas razões: em primeiro lugar, não gosto de desistir (a não ser que o livro seja absolutamente horrível!), pois não acho justo para com o autor estar a pontuar e a criticar negativamente um livro tendo só lido algumas páginas; em segundo lugar, há sempre aquela curiosidade que nos leva a ler um pouco mais para saber como vai terminar a história.
Assim, continuei a leitura, sempre a embirrar com o Nick e com as indecisões de ambos mas, de certa forma, um pouco a torcer por eles.

O final do livro (sensivelmente as últimas 40/50 páginas) surpreendeu-me imenso e foi terrivelmente comovente. Foi tão triste e tão emocionante que só por isso já não acho que o livro tenha sido uma completa perda de tempo.

Para concluir, esta história até tem o seu interesse, é romântica, apresenta momentos divertidos e outros mais sérios mas não foi o suficiente para me arrebatar. Mesmo assim, acredito que agradará a outros leitores que procurem histórias românticas.

Classificação: 2/5 estrelas

4 comentários:

  1. obrigada pela resenha ;) estou lendo essa madrugada...quero livros emocionantes ja que quero escrever um livro que emocione e toque.

    beijinhos

    Michele Mourão

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Espero que gostes do livro, Michele.
      Boas leituras!

      beijinhos

      Eliminar
  2. Qual a diferença entre esse livro e Esta é uma Historia de Amor?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Milena, são o mesmo livro, mas este é a versão portuguesa, enquanto que "Esta é uma História de Amor" é a versão brasileira :)

      Eliminar