sábado, 9 de abril de 2016

"Até à Vista" de Mary Higgins Clark [Opinião]


Já conto com vários livros lidos da Mary Higgins Clark e é uma autora cuja obra literária continuo a gostar de explorar.

Consegui este livro numa troca e, como ando empenhada em dar mais atenção aos livros da minha estante, decidi que chegara o momento de o ler.

Como normalmente acontece nos romances desta autora, em Até à Vista voltamos a conhecer um grande número de personagens. No centro da história está Gary Lasch, um bem sucedido médico que é encontrado morto em casa. A principal suspeita é a sua jovem esposa, Molly, que deixa a comunidade de Greenwich chocada quando é presa pelo homicídio do marido.
Cinco anos e meio mais tarde, Molly sai em liberdade e promete fazer tudo para se recordar do que verdadeiramente aconteceu naquela noite e provar que não matou o marido.

Tal como aconteceu no anterior livro que li, A Segunda Vez, aqui também surge uma jornalista interessada em investigar este caso. Fran Simmons acredita na inocência de Molly e dá início a uma investigação que se vai tornar mais perigosa do que parecia.

Mais uma vez, a autora conquista o leitor com uma história intrigante, recheada de suspense e de pormenores que prendem a nossa atenção. Não conhecemos a identidade do verdadeiro assassino e são-nos dados muitos potenciais candidatos, pelo que podemos dar asas à nossa veia de detetives.

Não foi um dos meus livros preferidos da autora, mas a verdade é que normalmente sinto dificuldades em eleger os favoritos e mesmo em atribuir classificação aos livros deste género. Assim, posso concluir recomendando mais este thriller da autora, esperando que vos cative tanto como me cativou a mim.

Classificação: 3/5 estrelas

Sem comentários:

Enviar um comentário