segunda-feira, 31 de outubro de 2016

"Teia de Mentiras" de Heather Gudenkauf [Opinião]


Iniciei a leitura deste livro sem qualquer expectativa, dado que não conhecia esta autora. Sentia-me apenas entusiasmada por se tratar de um thriller psicológico.

O título Teia de Mentiras adequa-se perfeitamente a esta história, pois nela encontraremos mentiras atrás de mentiras. Os protagonistas são Jack e Sarah, um casal que regressa à terra natal de Jack quando a tia deste sofre um acidente que a deixa em coma. Jack esteve ausente da sua terra durante 20 anos, altura em que a sua mãe fora assassinada.

Quando o acidente da tia Julia se torna um caso de polícia, Sarah começa a perceber que nada na família do marido é o que aparentava ser. Sarah, jornalista de profissão, levada pela curiosidade, começa a descobrir acontecimentos que o marido lhe ocultou durante todos os anos em que estiveram casados. As mentiras surgem umas atrás das outras e Sarah não sabe em que há de acreditar. Poderá o seu casamento sobreviver a tantas mentiras?

Este é um livro que deixa o leitor agarrado a cada página. O prólogo semeia a inquietação no leitor e a ação arranca rapidamente. A leitura é ávida e muitas vezes dei comigo a prender a respiração, de tantas que eram as mentiras e as falsas pistas. É um thriller sobretudo psicológico e extremamente bem construído, com boas doses de suspense.

Adorei o final e a identidade do vilão. Tendo em conta que o leque de suspeitos era restrito, não foi muito difícil descobrir o assassino. As sua motivações é que se revelaram surpreendentes e perfeitamente convincentes.

Fiquei agradavelmente cativada por esta obra da autora e espero, sinceramente, ter oportunidade de ler outros trabalhos seus no futuro. Se gostam de thrillers psicológicos, com mistério e reviravoltas, então esta leitura está recomendada e aprovada!

Classificação: 4/5 estrelas

2 comentários:

  1. Que bom que gostaste :).
    Concordo com tudo o que escreveste acerca dele. De facto, não é muito difícil chegar ao vilão, mas descortinar as suas motivações é que foi interessante.
    Sim, a cada mentira que ia aparecendo era cá uma surpresa... Pior, eu, por vezes, dava por mim a pensar. Humm... O que é que ainda poderia ser pior do que isto.
    Admiro a Sarah... Apesar de magoada foi conseguindo dar a volta por cima.
    E agora, o que te enviar a seguir?
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O livro prende mesmo, e o facto de se passar numa pequena cidade, torna-o ainda mais misterioso.
      Envia o que quiseres, surpreende-me :) Mas antes será a tua vez de receberes um livro!

      Beijinhos

      Eliminar