terça-feira, 7 de março de 2017

"Desaparecidos" de Caroline Eriksson [Divulgação]

Título Original: De försvunna
Autora: Caroline Eriksson
Edição: 2017
Editora: Suma de Letras
Páginas: 256
PVP: 16,60€

Nas livrarias a 22 de março.

O MARIDO E A FILHA DESAPARECERAM.
MAS ELA NÃO É CASADA E NUNCA TEVE FILHOS...

Sinopse: 

Em torno dela, apenas silêncio. Greta acorda e percebe que Alex e Smilla ainda não voltaram. Saíram do barco para um passeio na ilha no meio do lago Maran, enquanto ela permaneceu a bordo, a descansar. Mas agora o sol está a desaparecer por detrás das árvores, desenhando línguas vermelhas no céu. A água, fria e imóvel como uma pedra. Greta não sente nem a voz reconfortante de Alex nem o riso alegre de Smilla. Vai para terra procurá-los, mas rapidamente percebe que eles não se encontram na pequena ilha. Desapareceram.

Greta regressa a casa, à beira do lago, onde a família desfruta de alguns dias de férias. Também não estão lá. E as chamadas para o telemóvel de Alex vão sempre parar ao implacável atendedor.

Greta não pode ficar assim, sem fazer nada. Mune-se de toda a sua coragem e vai à Polícia para denunciar o desaparecimento do marido e da filha. Na esquadra da pequena vila mais próxima, Greta encontra um jovem agente. O polícia ouve a sua história e, após algumas verificações no computador, diz-lhe que Greta não é casada e que nunca teve filhos...

Mas quem são, afinal, Alex e Smilla? Porque desapareceram? E o que esconde Greta? Qual é a sua história? Está a mentir ou é ela a única a dizer a verdade?

Sobre a autora:

CAROLINE ERIKSSON, nascida em 1976, tem um mestrado em Psicologia Social e trabalhou durante mais de dez anos na gestão de recursos humanos. Vive em Estocolmo com o marido e dois filhos.

Os seus primeiros dois livros, baseados em casos de assassinatos reais na Suécia, receberam elogios fantásticos, e a sua estreia, The Devil Helped Me (2013), foi nomeado para o Stora Ljudbokspriset (O Grande Prémio de Audiolivro), em 2014. Desaparecidos, o seu primeiro thriller de suspense psicológico, é um sucesso internacional e os direitos foram vendidos para mais de 25 países em pouco mais de uma semana.

2 comentários:

  1. Respostas
    1. Já o li e vou publicar a opinião nos próximos dias. É uma leitura extremamente viciante, vale a pena :)

      Eliminar