sexta-feira, 17 de março de 2017

"Inês" de Maria João Fialho Gouveia [Opinião]


Agradeço desde já à Topseller, que tão gentilmente me ofereceu um exemplar deste livro, permitindo-me, desta forma, ter um primeiro contacto com uma autora portuguesa que eu não conhecia.

A história de amor entre D. Pedro e Inês de Castro sempre exerceu um fascínio sobre mim, contudo, nunca tinha lido um romance sobre o tema. O que sei foi o que aprendi nas aulas de História e o que, mais tarde, fui lendo em pesquisas para aprender mais.

Neste romance, Maria João Fialho Gouveia, deixa transparecer o seu amor pela História e apresenta-nos um trabalho resultante de uma pesquisa extensa. A narrativa parece-me estar muito bem documentada e, ao longo de todo o romance, são-nos oferecidos factos históricos que nos permitem conhecer melhor as vidas interligadas de Pedro e Inês, e de todos aqueles que lhes são próximos.

Além de uma leitura prazerosa, posso afirmar que este livro é também uma longa e interessante aula de História. Se esta não é uma disciplina que vos cative, poderão achar o livro um pouco maçador.

Para mim, o mais difícil nesta leitura foi adaptar-me à escrita da autora. Estando habituada a narrativas mais fluidas, este livro constituiu um desafio, dado que a autora se preocupou em adequar a escrita à linguagem utilizada naquela época. Não encontramos apenas algumas expressões e termos da época; todo o livro se encontra redigido desta forma cuidada.
Assim, embora seja uma leitura densa, assim que o leitor se adapta, começa a ver uma beleza incrível em cada palavra, em cada frase, em cada diálogo. A escrita da autora transporta o leitor para a época sobre a qual está a ler.

A história de Inês que encontramos neste livro é apaixonante! Conhecemos a menina desde tenra idade e assistimos a todo o seu percurso, começando muito antes de ser aia de Dona Constança. Todas as aventuras, momentos de felicidade e de sofrimento estão presentes neste livro, acompanhados de descrições dos diferentes locais por onde Inês passou, das longas e cansativas viagens que fez, de encontros e desencontros, amores e traições.
Apesar de conhecer a forma trágica de como Inês morreu, não consegui impedir uma lágrima de me rolar pela face quando li a negra descrição do assassínio desta bela mulher, cujo maior pecado foi amar D. Pedro com todo o seu coração.

Maria João Fialho Gouveia traz-nos uma história intensa que faz jus a este amor que foi maior que a vida. Uma leitura que recomendo absolutamente, quer sejam amantes de romances históricos, quer queiram apenas conhecer melhor estas personagens da História Portuguesa e Castelhana.

Classificação: 5/5 estrelas

Nota: Este livro foi-me cedido pela editora em troca de uma opinião honesta.

Sem comentários:

Enviar um comentário