quinta-feira, 6 de fevereiro de 2020

"Louca" de Chloé Esposito [Opinião]


«Chloé Esposito apresenta uma anti-heroína cativante e sem censura neste seu primeiro romance.»
US Weekly

Recordo-me de ter ficado muito curiosa acerca deste livro quando ele foi publicado em Portugal, no início de 2018. Acabei por não o comprar e, de certa forma, esquecer-me dele. Tive agora oportunidade de o ler, uma vez que me foi emprestado.

Antes de iniciar a leitura, reparei que a sua classificação no Goodreads é baixa, dado que tem uma grande percentagem de classificações de uma estrela. Pensei logo que seria um livro pouco consensual, que tanto podemos amar como odiar.
Mesmo assim, parti para a leitura sem qualquer preconceito.

E o que encontrei acabou por me surpreender. Este livro é completamente hilariante!

Trata-se de um thriller um pouco fora do normal e admito que poderá não agradar a todos os leitores. A sua principal característica é o humor, que está presente ao longo de toda a narrativa.

Nos capítulos iniciais, conhecemos Alvina Knightly e a sua vida completamente desinteressante. É uma personagem fútil, que bebe demais, não tem objetivos na vida e está prestes a ser despedida do emprego e a ficar sem casa.
É completamente diferente da sua irmã gémea, Beth, que, além de ser perfeita, é casada com um italiano lindo e rico e tem um bebé maravilhoso. Sempre foi a preferida da mãe de ambas.


Esta personagem tem tudo para ser detestável mas, à medida que a conhecemos e soltamos gargalhadas a cada peripécia que lhe acontece, torna-se impossível não torcer por ela. 

Alvina tem inveja e ciúmes da irmã, o que até se torna compreensível, uma vez que ela passou toda a infância a ser menosprezada pela mãe de ambas. Os flashbacks que recebemos da sua infância ajudam-nos a conhecer melhor estas circunstâncias e a sentir alguma empatia por ela, embora nada disto justifique as suas atitudes.

Confesso que, durante toda a leitura, só consegui fazer duas coisas: ou rir à gargalhada ou ficar estupefacta com a quantidade de situação caricatas, mirabolantes e rebuscadas em que esta personagem estava metida. A ironia, o sarcasmo e o humor negro são constantes e foi uma das coisas que mais me agradou neste livro. Alvina é completamente louca e temos acesso a todos os seus pensamentos, mas mesmo todos, sem qualquer tipo de censura.

Para além do humor, este livro tem um pouco de tudo: drogas, romance, violência, suspense, crime, sexo explícito... É um livro ousado e que entretém na perfeição.

Tal como referi acima, não será do agrado de todos os leitores. Se não têm paciência para personagens tresloucadas, possivelmente vão detestá-lo. Mas se adoram sarcasmo e querem dar uma boas gargalhadas, então apostem nele.

Eu adorei e, se tivesse nas minhas mãos a continuação, já estaria a devorá-lo com toda a certeza!!

Classificação: 4/5 estrelas

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada pelo teu comentário e pelo tempo que dedicaste a ler o que escrevi!