sexta-feira, 30 de novembro de 2012

"Noites de Paixão" de Cheryl Holt [Opinião]

Este foi o primeiro romance sensual de Cheryl Holt que tive oportunidade de ler.

Tal como está indicado na contracapa do livro, o romance contém descrições explícitas de cariz sexual. E estes momentos sensuais iniciam-se logo no primeiro capítulo quando a protagonista, Kate Duncan, bebe uma poção de amor (para provar que este elixir não passa de uma bebida sem qualquer efeito) e acaba por viver o momento mais sensual da sua vida ao observar Marcus, conde de Stamford, em plena sessão amorosa com outra mulher.
Perturbada, Kate não sabe se o despertar de sentidos que viveu foi consequência da poção ou do atraente homem.
Por outro lado, Marcus sente-se excitado com a imagem de Kate a observá-lo e está disposto a seduzir a jovem. Mas o inesperado acontece quando ele começa a sentir-se verdadeiramente atraído por Kate. Será Marcus capaz de amar uma única mulher para o resto da vida?

Além do casal protagonista, Kate e Marcus, este romance apresenta outras personagens secundárias que tornaram a história mais interessante. Melanie, prima de Kate, é uma jovem fútil e infantil com quem consegui embirrar desde o início e, à medida que a história se vai desenvolvendo, ela vai-se tornando mais insuportável. Regina, mãe de Melanie, é uma mulher ainda mais detestável, agindo através de esquemas e mentiras para concretizar os seus intentos. Christopher, irmão de Melanie, é um jovem que felizmente apresenta alguma maturidade e se mostra capaz de enfrentar a mãe.
Depois existem ainda Pamela e Elliot, duas personagens igualmente traiçoeiras em busca de fortunas.

Não foi fácil simpatizar com todas estas personagens. Gostei da Kate, embora não tenha sentido uma empatia muito grande. Marcus praticamente só aparecia nas cenas sensuais, pelo que não deu para conhecê-lo bem.

A escrita da autora é boa e o livro lê-se muito bem, ajudando a relaxar. O que mais gostei no romance foram os esquemas, as reviravoltas, as traições e as mentiras que tornaram a história consistente e capaz de suscitar curiosidade.

Em suma, embora não tenha achado fascinante, gostei da história e pretendo continuar a ler os romances desta autora.

Classificação: 3.5/5 estrelas

Sem comentários:

Enviar um comentário