sábado, 23 de março de 2013

"A Hora da Morte" de Lisa Gardner [Opinião]

Este é o 4º livro da série policial Quincy & Rainie, da qual já li os três volumes anteriores: "Minha Até à Morte", "O Assassino das Sombras" e "A Vingança de Olhos Negros".

Desta vez, a história passa-se 6 anos após os acontecimentos do terceiro livro da série e centra-se na personagem Kimberly Quincy, a filha do agente especial Pierce Quincy. Ela encontra-se na Academia do FBI a fazer um programa de dezasseis semanas para se tornar agente.
Um dia, num treino, ela dá de caras com o cadáver de uma jovem rapariga. Ao mesmo tempo, conhece o agente Mac McCormack, que pretende investigar aquele caso por ser semelhante a outros que ele investigou no passado. O assassino nunca foi descoberto.

Neste policial, temos um assassino que rapta as suas vítimas aos pares, normalmente estudantes universitárias. Mata a primeira e abandona-a num local onde possa ser encontrada rapidamente. Junto ao corpo, deixa pistas que levarão os investigadores ao local onde vai estar a segunda vítima, ainda vida, mas a aguardar uma morte lenta e certa. Se os detetives não forem rápidos a interpretar todas as pistas, poderão chegar tarde demais.

Kimberly, mesmo infringindo algumas regras da Academia, não quer ficar longe da investigação e alia-se a Mac, com o objetivo de descobrirem a segunda vítima.
Pouco tempo depois, o seu pai e Rainie Conner juntam-se a ela, procurando também prestar auxílio nesta investigação.

Além de ter sido muito bom rever as personagens dos volumes anteriores, foi ainda melhor vê-las a trabalhar em conjunto. Os detetives têm de recorrer a especialistas em geologia, espeleologia, linguística, entre outras, para interpretar as pistas que o assassino deixa, que podem variar desde folhas de uma determinada árvores a frascos com líquidos e, até, grãos de arroz.

Mais uma vez, a narrativa de Lisa Gardner está muito bem estruturada, sendo quase sempre de leitura compulsiva, aumentando o interesse do leitor à medida que avança nos capítulos e apresentando bastantes momentos de tensão.

Gostei imenso de toda a vertente de interpretação das pistas deixadas pelo assassino, bem como de ler as partes referentes ao passado do mesmo. Como seria de esperar, os seus crimes estão relacionados com um determinado momento traumático do seu passado.

Desta vez, para grande contentamento meu, fui capaz de descobrir o assassino antes dos investigadores. Não previ as reviravoltas que aconteceram depois mas o meu palpite esteve certo!

Após a leitura deste livro, a minha vontade de continuar a ler as obras desta autora é ainda maior. Os restantes livros desta série, que tentarei adquirir em breve, são "Desaparecida" e "Diz Adeus".

Classificação: 4/5 estrelas

Sem comentários:

Enviar um comentário