sábado, 31 de dezembro de 2016

Balanço de leituras e Top 10 - 2016

O ano chegou ao fim e, com ele, o momento de fazer o balanço das minhas leituras e de vos dar a conhecer o meu Top 10, como já é habitual.
Dado que conheço os meus altos e baixos que me provocam ora mais vontade de ler, ora uma vontade ligeiramente menor, este ano desafiei-me a ler 40 livros. Pareceu-me um número acessível, tendo em conta as leituras que realizei nos anos anteriores. Consegui ultrapassar esta meta, como podem ver no meu desafio de leitura do Goodreads.


Em 2016, consegui ler 44 livros e 1 conto, um valor inferior ao do ano passado. Li ligeiramente mais no 2º semestre do ano, mas a diferença entre os semestres não é significativa.
O livro mais longo que li tinha 636 páginas e o mais curto (excetuando o conto) tinha 143 páginas.

No total, contei 15 445 páginas lidas, valor superior em relação ao do ano passado. Assim, embora tenha lido menos livros, o total de páginas foi maior, possivelmente graças a alguns livros mais volumosos.

Este ano demorei, em média, 8,5 dias a ler cada livro.
A média de pontuação (1 a 5) atribuída aos livros no Goodreads foi de 3.8, valor superior em comparação com o ano passado. Este ano atribuí mais 5 estrelas aos livros, o que significa que encontrei mais leituras gratificantes.

No que diz respeito a géneros literários, o que mais se destacou este ano foi o thriller/policial, seguindo-se o romance contemporâneo. No geral, foi um ano de leituras bastante diversificadas, o que me deixa sempre contente.

Conheci 27 novos autores e, mais uma vez, li predominantemente livros de autores do sexo feminino. Li apenas 5 autores portugueses, valor bastante inferior ao do ano passado. Não dei tanta atenção como desejava à literatura nacional, e espero conseguir compensar esta falha no próximo ano.

Relativamente à proveniência dos livros, 15 vieram de parcerias com editoras; 9 foram-me emprestados; 7 foram comprados;  e os restantes foram oferecidos ou trocados no Winkingbooks.

Seguidamente, apresento o meu habitual Top 10 de melhores leituras, sem ordem de preferência.


TOP 10 - 2016


Resta-me, por fim, desejar-vos um excelente ano de 2017, repleto de sucessos a nível pessoal e profissional, e que não vos falte amor, saúde, trabalho e, claro, imensos livros para lerem todos os dias do ano que se aproxima!

2 comentários:

  1. Eu vou hoje pensar na minha meta!!! Estou a ler Carlos Ruiz Záfon, que adoro, mas o livro é enorme! Boas leituras!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boas leituras neste novo ano, Maria :)

      Beijinhos

      Eliminar