domingo, 18 de agosto de 2013

"Não sou um Serial Killer" de Dan Wells [Opinião]

"Não sou um Serial Killer" é a primeira obra de Dan Wells e admito que me cativou desde o início, com a sua escrita simples e imensas passagens repletas de humor negro.

A história é contada na primeira pessoa por John Wayne Cleaver, um jovem de 15 anos bastante diferente dos outros miúdos da sua idade. Apesar de ser bem-comportado e muito tímido, é incapaz de sentir empatia e de compreender as pessoas que o rodeiam, apresentando alguns traços de sociopatia. Ele é um jovem potencialmente perigoso e está bem consciente das suas características invulgares, pelo que tenta a todo o custo impedir-se a si mesmo de matar.

Nos primeiros capítulos, compreendemos bem as regras que ele criou para se manter controlado. Mas estas regras vão ser postas à prova quando um assassino começa a aterrorizar a sua pacata vila.

Tal como já referi, a escrita do autor é muito apelativa, impelindo o leitor a não largar o livro, desejoso de saber o que vai acontecer a seguir. Dan Wells combinou ainda vários géneros, tais como o thriller, o mistério/crime e o sobrenatural.
Gostei igualmente que o autor tivesse incluído na história um psicólogo, que ajuda tanto o John como o leitor a compreender muitos dos seus comportamentos.

Existem mais dois livros que dão continuação a este e estou desejosa de ter oportunidade de os ler, de forma a conhecer o desenvolvimento desta história!

Classificação: 4/5 estrelas

2 comentários:

  1. fiquei com curiosidade.. não conhecia nem o escritor nem o livro

    ResponderEliminar
  2. Briana, é um livro interessante! Fico contente por te ter dado a conhecer um novo autor :)

    ResponderEliminar