quinta-feira, 3 de julho de 2014

"Êxtase Mortal" de J. D. Robb [Opinião]

Êxtase Mortal é o quarto livro da série Mortal de J. D. Robb que leio este ano; tenho-os lido por ordem e posso dizer que esta série me tem conquistado de livro para livro.

Este volume inicia-se com a escaldante lua-de-mel de Eve e Roarke que, mesmo antes de terminar, é interrompida pelo estranho suicídio de um jovem engenheiro das empresas Roarke. Quando regressam a casa, Eve é confrontada com outros casos de suicídios que, embora ocorram segundo métodos diferentes, têm em comum o mesmo sorriso desconcertante no rosto da vítima.
A investigação transporta Eve para o mundo da realidade virtual, que alguém pode estar a usar para levar as suas vítimas a cometer suicídio.

Um dos aspetos que mais me agradou neste livro foi, de novo, a tecnologia futurista. Não me canso de me surpreender com o mundo que a autora criou; é fascinante e, ao longo da leitura, dou comigo a imaginar como seria poder experimentar tudo isto.

A relação de Eve e Roarke está ao rubro, bem como a minha admiração por Roarke. Que homem mais irresistível!

Neste livro acompanhamos ainda os progressos de Mavis, a melhor amiga de Eve, no mundo da música. A música recebe um destaque especial em Êxtase Mortal, dando origem a acontecimentos bastante interessantes.

Por fim, quero ainda mencionar a Agente Peabody, que tem evoluído imenso e que forma uma ótima dupla juntamente com Eve.

Não percam este romance, onde encontrarão mistério, suspense, tecnologia futurista e momentos escaldantes!

Classificação: 4/5 estrelas

Sem comentários:

Enviar um comentário