segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

"The Right Wrong Number", um conto de Barbara Delinsky [Opinião]


No passado mês de outubro, comecei a frequentar uma formação de inglês que, apesar de em termos didáticos não estar a corresponder às minhas expectativas, pelo menos ajudou-me a desenvolver uma rotina de estudar um pouco de inglês todos os dias.
Embora tenha lido imenso em inglês durante a universidade, continuo com bastantes dificuldades. Assim, decidi aventurar-me na leitura de histórias em inglês e, para não me assustar logo de início, resolvi começar pelos contos.

Já conhecia a autora Barbara Delinsky desde que li Uma mulher Misteriosa e fiquei muito contente por encontrar este e-book grátis.

A história é bastante simples: Carly Kelly é a proprietária de uma pequena mas bem sucedida loja de flores, que recebe uma proposta de emprego que poderá mudar a sua vida. Como só tem quatro dias para tomar uma decisão, ela decide cancelar o fim de semana que tinha combinado com os amigos. Assim que telefona à amiga, lança-se num excitado discurso acerca desta oportunidade e só dali a pouco se apercebe que marcou o número errado e que do outro lado da linha se encontra um desconhecido de voz sexy, curioso por ouvi-la falar da sua loja e da sua vida.
Será que neste número errado Carly vai descobrir o homem certo para si?

Antes de mais, fiquei surpreendida por não ter tido assim tantas dificuldades na leitura do conto em inglês. Só achei mais difícil o vocabulário sobre plantas que a autora colocou. Contudo, no geral, penso que compreendi bem toda a história, pelo que foi uma experiência positiva.

Achei o conto muito engraçado a partir do momento em que Carly marca o número errado e fica na conversa com um desconhecido. Depois, por acidente, ela deixa o telemóvel cair na água e perde a chamada. O resto não conto pois não pretendo estragar a leitura de ninguém.

Relativamente às personagens, gostei da Carly e de ver como se comportava frente a este dilema, os seus medos e dúvidas, bem como a vontade de arriscar.

Esta é uma história leve e descontraída, sem nada de excecional, mas que permite uma leitura interessante e divertida. Recomendo a quem quiser experimentar esta autora.

Classificação: 3/5 estrelas

Sem comentários:

Enviar um comentário