segunda-feira, 30 de novembro de 2015

"Alexander" de Paullina Simons [Opinião]

Este livro é a conclusão do segundo volume original, que a ASA publicou como se fosse o terceiro volume. Achei desleal da parte da editora ter imprimido este livro com letra garrafal (para encher mais páginas) e vendê-lo como se fosse o fim da trilogia. Não é. Existe ainda um terceiro volume cujo título original é The Summer Garden e que possivelmente não será publicado em Portugal.

Pondo de parte estes aspetos, devo dizer que estes últimos capítulos foram os melhores de todo o segundo volume. Depois de ter sofrido tanto como leitora ao ver Tatiana e Alexander separados, queria a tudo o custo saber se eles se encontrariam finalmente. E estes capítulos revelaram-se um verdadeiro bálsamo para o meu coração.

Se há história de amor que eu nunca vou esquecer é a de Tatiana e Alexander e a forma como eles sobreviveram a tantas adversidades ao longo da guerra. É uma história tão intensa que chegamos ao fim sem perceber muito bem o que estamos a sentir; é uma leitura bela e impressionante, que deixa saudades e uma marca abismal no coração do leitor. É uma história de amor e ódio, de vida e morte, de luta e esperança.

Recomendo sem qualquer reserva a leitura desta magnífica e intemporal história de amor.

Classificação: 5/5 estrelas

2 comentários:

  1. Ando muito curiosa com esta história, mas eu tento NUNCA começar a ler uma trilogia ou saga ou continuação, seja o que for sem terem saído todos primeiro, para poder ler o principio, meio e fim.
    Já sou ansiosa o suficiente para ainda estar a "sofrer" à espera da continuação da história (só eu sei o que sofri com Harry Potter, foram 10 anos!!!) e como fico lixada quando leio um livro e depois noto logo ou venho a descobrir que tem continuação. Fico lixada...
    Por isso acho que vou esperar até ter a certeza de que são todos editados cá em Portugal porque gostava mesmo de ler esta história :/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente acho que o terceiro volume não vai ser publicado em Portugal, também para grande pena minha. É uma história maravilhosa e penso que mesmo assim devias ler.

      Eliminar