quinta-feira, 6 de março de 2014

Booking Through Thursday | Censura


CENSURA

Acho que a maioria de nós em princípio é contra a censura, mas... Achas que deveria variar dependendo da idade impressionável dos leitores? Ou é sempre errado? E quanto à diferença entre a censura "oficial", como a do governo ou da escola, e a dos pais, em dizer não a um livro específico para o seu filho?

Pessoalmente, não concordo com a censura a nível governamental e acho absurdo que ainda exista. No entanto, não me incomoda se determinado livro é ou não censurado até porque acho que, quem o desejar ler, de uma forma ou de outra consegue-o.

Quanto à censura na escola, também me parece um pouco errada. Creio que as bibliotecas devem manter os livros arrumados nas diferentes secções e tendo em conta o intervalo de idades a que se destinam. Mas proibir as crianças e jovens de ter acesso a determinados livros, não me parece que vá adiantar de muito. Afinal de contas, eles estão constantemente expostos à violência, ao sexo e às drogas na televisão e nos jogos de vídeo. E, além disso, se um livro for proibido, será que não vai causar ainda mais curiosidade?

Em casa, é importante, acima de tudo, que os pais eduquem os filhos desde cedo e que os habituem a ter a confiança e a abertura necessárias para, juntos, conversarem sobre todos os temas que provoquem interesse na criança/jovem. É aos pais que cabe a decisão do que permitem ou não que o filho leia mas, mais importante ainda do que censurar ou não os livros, é incentivar a criança a ler, desde cedo, visto que a leitura é uma das atividades mais estimulantes e enriquecedoras que se pode ter ao longo da vida.

Sem comentários:

Enviar um comentário