quarta-feira, 11 de julho de 2012

"Tacada Mortal" de Harlan Coben [Opinião]

Esta foi a minha terceira leitura de Harlan Coben, um autor que me agrada cada vez mais, à medida que vou descobrindo os livros dele.

Tacada Mortal é o quarto livro numa série cujo protagonista é Myron Bolitar, um agente desportivo. Como era o único da série que havia na biblioteca, requisitei-o, mesmo não tendo lido os anteriores.

Este policial, cujo plano de fundo é o mundo do golfe, começa com o rapto do filho de Linda Coldren, uma superestrela do golfe, no decorrer do Open dos Estados Unidos. Para Myron Bolitar, a sua prioridade é desvendar o mistério e encontrar o rapaz desaparecido. Desta forma, vai acabar por entrar num mundo de dinheiro, poder, mentira… e crime, onde as corrupções do passado também acabarão por ser descobertas.

Já me habituei à escrita fluida e direta deste autor, com muitos diálogos que ajudam a história a avançar mais depressa. Os capítulos são muito pequenos, o que significa que, quando terminamos um, queremos ler o seguinte, até não conseguirmos parar.
No início achei o enredo um pouco aborrecido, dado que girava tudo à volta do golfe, mas depois comecei a sentir-me mais cativada e, a partir de meio do livro, já estava completamente presa à história.

Myron Bolitar é também uma personagem muito peculiar, com um humor por vezes parvo. Foi a principal diferença que encontrei entre ele e outros investigadores criados pelo autor.

Em suma, este é mais um policial de leitura compulsiva; existem revelações a cada página que viramos e quase todas as personagens acabam por tornar-se suspeitas. No fim, não é deixado nenhum pormenor por explicar, tudo faz sentido e tudo está interligado.

Classificação: 4/5 estrelas

Sem comentários:

Enviar um comentário