sábado, 7 de junho de 2014

"O Segredo de Sophia" de Susanna Kearsley [Opinião]

No ano passado li Mariana, tendo o meu primeiro contacto com a autora Susanna Kearsley, e foi uma leitura que rapidamente me cativou devido ao tema da genealogia e das vidas passadas.

O Segredo de Sophia inicia-se quando Carrie, uma escritora de sucesso, decide viajar até à Escócia, na tentativa de superar um bloqueio criativo. Quando lá chega, de imediato sente uma ligação com o Castelo de Slain e fica maravilhada com as paisagens da Escócia.
Assim que encontra a heroína para o seu romance, começa a escrever mais depressa do que alguma vez conseguiu. Mas Sophia pode ser muito mais do que apenas ficção e é disso que Carrie se apercebe quando mergulha numa história de mistério, intrigas e de um amor perdido no tempo.

Achei excelente a forma como a autora concebeu este romance, com as histórias do presente e do passado sempre interligadas e sem deixar nenhuma ponta solta ou por explicar. Aliás, é Carrie quem nos conta a história decorrida no século XVIII, o que nos dá a sensação de termos um livro dentro de outro livro.

Gostei igualmente de toda a parte que envolveu a pesquisa que Carrie fez para o seu romance e fiquei com a ideia de que isso pode ter sido baseado no método de trabalho da própria autora.

Relativamente às personagens, adorei o Graham e a Carrie e gostei da forma como a relação de ambos se foi desenvolvendo. No entanto, foi a história de amor do passado, entre Sophia e John Moray, que realmente me apaixonou e me deixou a lutar contra as lágrimas. Uma história linda, muito triste e cujo final é inesquecível.

Só tenho mesmo coisas boas a apontar a este livro, que recomendo sem qualquer reserva aos leitores que apreciem principalmente romances históricos. Quanto a mim, ficarei a aguardar pela publicação de outras obras da autora em Portugal.

Classificação: 5/5 estrelas

Sem comentários:

Enviar um comentário