sábado, 30 de janeiro de 2016

"No Teu Olhar" de Nicholas Sparks [Opinião]


Fico sempre muito contente quando é lançado um novo livro do Nicholas Sparks, um autor pelo qual sinto imenso carinho. Ao ler a sinopse, pergunto-me sempre como será esse novo livro. Será mais dramático? Será uma história com um final feliz? Com Nicholas Sparks nunca se sabe muito bem o que esperar, dado que ele já nos ofereceu um pouco de tudo.

O ingrediente que, sem qualquer dúvida, está sempre presente nos seus livros é o amor. Neste romance conhecemos Colin e Maria, duas pessoas muito diferentes uma da outra e com pouco em comum. Colin já viveu mais violência do que a maioria das pessoas e, corajosamente, decidiu começar de novo e dar um rumo diferente à sua vida. Por sua vez, Maria só deseja uma vida pacata entre o emprego numa firma de advogados e a segurança da sua casa.

O destino, contudo, quis que eles se cruzassem numa noite de tempestade e, embora as diferenças entre ambos fossem visíveis, a verdade é que a vida ainda lhes reservava surpresas.

A partir daqui, Nicholas Sparks oferece-nos o nascimento de uma paixão entre estas duas personagens, ao mesmo tempo que nos permite conhecer melhor as suas vidas, as famílias e os amigos. Gostei particularmente do casal secundário, a Lily e o Evan, que eram amigos de Colin e se revelaram fantásticos, principalmente a Lily.

Este livro não se trata apenas de uma história de amor. Embora o autor já tenha inserido situações de perigo e suspense em livros anteriores, neste foi um bocadinho mais longe e acabou por fugir às suas habituais histórias dramáticas. Eu diria que este livro é um thriller romântico pelos ingredientes que nele encontramos.

Há um perseguidor disposto a tornar a vida de Maria num inferno e, logo no prólogo, percebemos que esta será também uma história de vingança. A partir da segunda metade do livro, os acontecimentos tornam-se cada vez mais perigosos e é impossível largar o livro sem descobrirmos quem é o autor destes ataques.

Pessoalmente, gostei muito mais de toda a parte thriller do que do romance entre os protagonistas. Achei o romance muito morno e pouco intenso e, na maior parte do tempo, não me senti ligada a estas personagens. A verdade é que eu esperava um amor que me arrebatasse e me levasse às lágrimas e, pela primeira vez, não chorei num livro do Nicholas Sparks.

O thriller foi o que acabou por salvar este livro; o autor esmerou-se e conseguiu uma história de vingança muito bem fundamentada e desenvolvida. Está de parabéns por se ter aventurado em algo diferente do habitual e pelo enredo que criou.

Como conclusão, penso que este seja um bom livro para quem não gosta das histórias demasiado lamechas e dramáticas que o autor habitualmente nos oferece. Aqui encontrarão algo diferente, por isso experimentem!

Por fim, só um pequeno apontamento à capa e ao título do livro: detesto! A capa é, mais uma vez, demasiado cinematográfica para o meu gosto e praticamente igual a todas as outras do autor que a ASA publicou. O título português pouco ou nada tem a ver com a história e isso entristece-me. Prefiro, sem dúvida, a capa e o título originais que têm muito mais em comum com a história que nos é contada.

Classificação: 4/5 estrelas

Sem comentários:

Enviar um comentário