sexta-feira, 15 de junho de 2012

"Dez Mil Guitarras" de Catherine Clément [Opinião]

E se D. Sebastião, o rei português desaparecido durante a batalha de Alcácer-Quibir, tivesse sobrevivido e tido uma vida diferente, mesmo não tendo voltado para Portugal? Foi este desaparecimento que a autora quis explorar neste romance histórico.

Não conhecia a autora e foi com muita curiosidade que comecei a ler este livro, que me conquistou logo desde o prólogo. E porquê? O que é que eu achei de tão especial neste romance? O rinoceronte.
Conhecemos uma grande variedade de personagens históricas, começando por D. Sebastião e o seu desejo pela cruzada, os reis de Espanha, o imperador Rodolfo de Habsburgo e as guerras religiosas e ainda a rainha Cristina da Suécia.

O rinoceronte, inicialmente vivo, e depois apenas o seu corno, atravessa todo o romance e vai-nos narrando, não só a sua história, mas também tudo o que vê e ouve na presença de todos estes soberanos.

Um livro muito interessante e de leitura agradável, com episódios de ficção, mas claramente com uma base histórica muito bem fundamentada. É um bom livro para os amantes de romances históricos!

Classificação: 4/5 estrelas

[edição do post original de 05.04.12]

Sem comentários:

Enviar um comentário