quarta-feira, 27 de junho de 2012

"A Prisão do Silêncio" de Torey Hayden [Opinião]


Este foi o segundo livro que li da Torey Hayden, uma escritora que me tem cativado imenso com as suas experiências enquanto técnica de educação especial.

Habituada a cuidar de crianças problemáticas, desta vez Torey vai contar-nos a história de um jovem de 15 anos, o Kevin, que não fala a passa todo o tempo barricado debaixo de uma mesa. Rapidamente, Torey se apercebe de que este jovem sente um pânico imenso do mundo exterior e tem passado muitos anos fechado numa instituição, num mutismo voluntário. Foi muitas vezes considerado um caso perdido e a própria Hayden, durante as intervenções que fez com ele, compreendeu que só um milagre o faria ultrapassar os muros que ele construíra à sua volta.

Ao longo da narrativa, Torey dá-nos a conhecer todas as tentativas que fez para que este jovem voltasse a falar e para que, aos poucos, começasse a ultrapassar os seus medos. Mas o verdadeiro problema de Kevin está na sua infância, marcada por uma história de violência e abandono, bem como por um segredo tenebroso que Torey, mais tarde, descobre.

Mais uma vez, Torey Hayden comove-nos com a história de um jovem abandonado, deixando-nos entre um misto de sentimentos. Por um lado, a curiosidade de compreender toda a história deste jovem e, por outro, a repulsa e a indignação para com os familiares que o maltrataram. E é com um carinho especial que vemos este jovem, aos poucos, a perder os seus medos, a ganhar confiança em si próprio e a lutar para recomeçar uma vida mais feliz.

Classificação: 4/5 estrelas

[edição do post original de 03.05.12]

Sem comentários:

Enviar um comentário