quinta-feira, 4 de julho de 2019

"O Carrasco" de Daniel Cole [Opinião]


No ano passado, a Suma de Letras deu-nos a conhecer Boneca de Trapos, o primeiro thriller do autor inglês Daniel Cole. Agora, chegou a Portugal a sua continuação: O Carrasco.
Deixo o meu agradecimento à Suma de Letras (Penguin Random House Grupo Editorial) pela generosa oferta deste exemplar para leitura e partilha de opinião.

Antes de prosseguir com a minha opinião, deixo-vos um conselho: leiam a série por ordem. Embora os livros se possam ler independentemente, O Carrasco tem imensas referências ao Boneca de Trapos, incluindo um encontro com o assassino. Serão capazes de melhor usufruir desta leitura se conhecerem o livro anterior.

O Carrasco tem como protagonista a inspetora Emily Baxter, ainda não totalmente recuperada dos assassínios da Boneca de Trapos, apesar de já se terem passado 18 meses.
Desta vez, vai ser convocada para uma reunião com dois agentes americanos - Elliot Curtis, do FBI, e Damien Rouche, da CIA, e acabará por ser obrigada a participar numa investigação a homicídios que estão a ser cometidos em Nova Iorque e Londres.

Daniel Cole não teve medo de nos surpreender com homicídios extremamente cruéis e imaginativos. Alguns capítulos deixaram-me boquiaberta e houve uma cena, em especial, tão bem descrita que quase me deixou doente. Neste aspeto, posso mesmo afirmar que o autor se superou!


Em relação às personagens, adoro a inspetora Baxter. Já a conhecia do anterior romance, mas agora tive oportunidade de a conhecer melhor. Ela é rude, resmungona, sarcástica e com pouca paciência para respeitar a autoridade. Confesso que, por diversas vezes, dei por mim a rir à gargalhada da forma como ela tratava as outras pessoas. Contudo, por detrás deste mau feitio, esconde-se uma pessoa preocupada com aqueles que ama e também a tentar lidar com as suas fragilidades. Não consegue facilmente confiar nos outros e isso acaba igualmente por trazer novos constrangimentos.

Outra personagem de que gosto muito é o Edmunds, que já me tinha surpreendido no livro anterior. A participação dele deixou-me deveras empolgada, assim como o rumo que ele decidiu dar à sua vida.

Em comparação com o Boneca de Trapos, creio que este segundo romance está ainda melhor. Senti-me agarrada logo nos primeiros capítulos, li metade do livro em apenas uma tarde e o autor conseguiu surpreender-me a cada página. O final é intenso, embora tenha sentido falta de algumas explicações um pouco mais detalhadas.

Estou igualmente ansiosa que o terceiro volume chegue a Portugal, uma vez que acabei de ler a sinopse e já me sinto a salivar!
No geral, recomendo vivamente este thriller intenso de leitura viciante e onde a ação impera da primeira à última página.

Classificação: 4/5 estrelas

Nota: Este livro foi-me cedido pela editora em troca de uma opinião honesta.

1 comentário:

  1. Daniel Cole, uma óptima surpresa
    Aconselho vivamente aos amantes de thrillers
    Tenham um óptimo dia

    ResponderEliminar

Obrigada pelo teu comentário e pelo tempo que dedicaste a ler o que escrevi!